A cardiomiopatia dilatada

Compre hoje o seu
A cardiomiopatia dilatada é a principal causa de IC em atletas, enquanto a
miocardite aguda é a causa mais frequente de cardiomiopatia dilatada adquirida em
jovens atletas. Este último pode ter um curso assintomático e apresentar
eletrocardiografia de repouso normal em até 32% dos afetados. Uma análise de
registro recente demonstra que a miocardite pode ser uma causa dominante de
morte cardíaca súbita em atletas com menos de 35 anos.
A eficácia da triagem pré-participação por histórico médico padrão, exame físico e
eletrocardiograma de repouso para o diagnóstico de anormalidades
cardiovasculares mencionadas acima pode ser bastante pobre em muitos
casos. Rizzo et al. argumentam que a ecocardiografia melhora significativamente o
poder diagnóstico da triagem na detecção de doenças cardíacas graves na
população atlética.
Organizações esportivas profissionais como a NBA e a NFL têm recomendado a
ecocardiografia na triagem de rotina de atletas. Na maioria dos países europeus, os
atletas olímpicos passam por check-ups médicos regulares, que incluem exames de
ultrassom cardíaco. Uma triagem detalhada por meio de técnicas avançadas de
imagem cardíaca (com foco em atletas que apresentam perfil de alto risco
cardiovascular e que participam de esportes de alta intensidade) é obviamente
necessária e deve ser recomendada aos médicos responsáveis por exames médicos
para atletas profissionais e amadores.