Mova sua sonda para que o transdutor fique perpendicular à agulha.

O retorno acústico é maximizado quando a agulha fica perpendicular ao feixe
de ultrassom, pois as ondas sonoras podem ser refletidas diretamente para trás
da sonda com um ângulo de incidência zero. Ao colocar um IV no eixo curto
(vista transversal), inclinar a sonda ligeiramente para longe do operador para
manter um ângulo de 90 graus com a agulha, melhora significativamente a
visualização da ponta da agulha (figura 2). Em outras palavras, essa manobra
de inclinação (ou “calcanhar”) faz com que o feixe seja um pouco lançado em
direção ao operador e destaca imediatamente a agulha.8
Na mesma linha, empregar um ângulo de inserção mais raso também pode
melhorar a visualização sem mover a sonda, assim como mover o chanfro da
ponta da agulha para cima antes ou após a inserção.

Nutricionistas clinica em sobradinho
Especialmente em
pacientes desidratados ou com vasculatura esclerosada, as veias colapsam facilmente
ou desaparecem por trás do artefato à medida que a agulha se aproxima. Nessas
situações, aproxime a veia de um lado e não de cima. Para fazer isso, perfure
intencionalmente a pele lateral ou medialmente ao vaso. Avance a agulha
aproximadamente 1 cm até que fique ao lado da veia. Em seguida, aponte para o
navio ao lado dele. Com essa técnica, os artefatos da agulha (ou seja, artefatos de
reverberação, cauda do cometa, lóbulo lateral, largura do feixe ou baioneta) não
obstruem a visualização do vaso.